Alguns dos fenômenos mais impressionantes do mundo

Os 09 incríveis fenômenos da natureza reais, que você não pode deixar de olhar, são impressionantes e curiosos.
Olho-do-tufao
Olho do tufão

Old Faithful géiser

Localizado no Parque Nacional de Yellowstone, as erupções podem atingir 3700 a 8400 galões de água fervendo para uma altura de 106-184 pés (30-55 m), durando de 1,5 a 5 minutos. A altura média de uma erupção dele é de 145 pés (44 m). No entanto, as erupções ocorrem frequentemente cerca de 90 minutos, embora este intervalo possa variar de 45 a 125 minutos na ocasião. Estima-se que ocorreram mais de 137.000 erupções, visto que este número é a quantidade de vezes que as erupções foram gravadas.
Old-Faithful-Geiser-Parque-Nacional-Yellowstone
Old Faithful Gêiser Parque Nacional De Yellowstone

Mar morto

Lago salgado do Oriente Médio, com uma superfície de aproximadamente 650 km² em 2014, um comprimento máximo aproximado de 50 km e a uma largura máxima de 18 km, é alimentado pelo rio Jordão e banha a Jordânia e Israel. Em 1930, quando o mar Morto começou a ser monitorado continuamente, sua superfície era de aproximadamente 1050 km², com um comprimento máximo de 80 km e uma largura máxima de 18 km.
A sua água é composta por vários tipos de sais, alguns dos quais só podem ser encontrados nesta região do mundo. Em termos de concentração, e em comparação com a concentração média dos restantes oceanos em que o teor de sal, por 100 ml de água, não passa de 3 g, no mar Morto essa taxa é de 30 a 35 g de sal por 100 ml de água, ou seja, dez vezes superior.
A alta salinidade do mar Morto permite a flutuação de pessoas sem o corpo afundar em suas águas,
Mar-Morto-visto-do-espaco-com-as-areas
Mar Morto visto do espaço, com as áreas 
 Origem da Imagem: commons wikimedia org


Alta-salinidade-do-mar-Morto-permite-flutuação-de-um-turista.
Alta salinidade do mar Morto permite a flutuação de um turista.
Origem da Imagem: commons wikimedia org

Deserto de sal (Salar de Uyuni ou Salar de Tunupa)

Ele está localizado na província de Daniel Campos em Potosí , no sudoeste da Bolívia , perto da crista dos Andes.
O salar foi formado como um resultado das transformações entre vários lagos pré-históricos. Ele é coberto por alguns metros de crosta de sal, o qual tem um achatamento extraordinário com as variações médias de elevação dentro de um metro sobre toda a área do salar.
 A crosta serve como uma fonte de sal de cobre e de uma piscina de água salgada , que é excepcionalmente rica em lio . Ela contém de 50 a 70% das reservas de lítio conhecidos do mundo, que está no processo de ser extraído. A grande área, céu claro, e planicidade excepcional da superfície faz o Salar um objeto ideal para calibrar os altímetros de satélites de observação da Terra.
O salar contém uma grande quantidade de sódio , potássio , lítio e magnésio (todos em formas de cloreto de NaCl , KCl , LiCle MgCl 2 , respectivamente), bem como o bórax . Destes, o lítio é sem dúvida o mais importante, uma vez que é um componente essencial de muitas baterias elétricas . Com estimados 9.000.000 toneladas (8.900.000 toneladas longas; 9.900.000 toneladas curtas), Bolívia detém cerca de 43% das reservas de lítio conhecidas no mundo.
Superficie-seca-do-Salar-Uyuni
Superfície seca do Salar Uyuni
Origem da Imagem: commons wikimedia org

Morning Glory Pool Yellowstone

A cor distinta da piscina é devido a bactérias que habitam a água. Em algumas raras ocasiões, o Morning Glory Pool entrou em erupção como um gêiser , geralmente após um terremoto ou outra atividade sísmica nas proximidades.
Várias entradas foram obstruídos devido a objetos sendo jogados pelos turistas, reduzindo o abastecimento de água quente, e por sua vez, alterar a aparência geral da piscina. Várias tentativas por funcionários do parque para induzir artificialmente erupções para limpar a piscina de detritos e limpar entradas bloqueadas foram cumpridos com resultados mistos.
Morning-Glory-Pool-Yellowstone
Morning Glory Pool. Yellowstone
Origem da Imagem: commons wikimedia org

Caverna dos cristais

Situada na mina de Naica no estado mexicano de Chihuahua, A mina de Naica se encontra numa falha por cima de uma câmara de magma, o que gera as condições necessárias para formação dos cristais. O enorme calor gerado pelo magma aqueceu a água que se encontrava retida nas câmaras, que ficou saturada/impregnada de diversos minerais, nomeadamente Gipsita. Estas câmaras encontraram-se submersas e saturadas de minerais, durante 500.000 anos aproximadamente, durante os quais a água manteve uma temperatura estabilizada de 50 °C, o que permitiu aos cristais crescerem e tomarem dimensões bastante elevadas.. 
Os exploradores creem na existência de outras câmaras, tanto abaixo como em frente da Caverna dos Cristais, entretanto, sua exploração não é viável, uma vez que teriam de destruir os cristais existentes. Ficou estabelecido que mais tarde as câmaras seriam novamente seladas e o nível da água irá assegurar o crescimento dos cristais.
Caverna-dos-cristais-Chihuahua-Mexico
Caverna dos cristais, Chihuahua México
Origem da Imagem: commons wikimedia org

Linha de instabilidade

Linhas de instabilidade tipicamente se curvam devido à formação do sistema de alta pressão em mesoescala que se forma dentro da área de chuva estratiforme atrás da linha inicial. Esta área se forma por conta do forte movimento de ar descendente atrás das zonas de instabilidade, que podem vir em formas de rajadas de vento na superfície. A diferença de pressão entre a zona alta em mesoescala e as pressões menores ao longo da linha de instabilidade causa fortes ventos, que são mais fortes onde a linha é mais curvada. Outro indicativo da formação de tempo severo ao longo da linha de tempestades é seu desenvolvimento até exibir um formato extremamente curvado, em eco. Sua formação pode indicar, além de fortes ventos, a ocorrência de granizo e até mesmo tornados. A cada nó ao longo da linha curvada se forma uma área de baixa pressão em mesoescala, em cada qual pode haver um tornado. Em resposta ao forte fluxo de vento, uma porção da linha se dobra para fora formando um eco em arco. Atrás desta dobra encontra-se a área de alta pressão em meso escala.
Linha-de-instabilidade-Illinois-EUA
Linha de instabilidade, Illinois, EUA


Origem da Imagem: commons wikimedia org

Iceberg azul

É visível depois do gelo a partir de cima os fundidos de água, fazendo com que a porção lisa de gelo a partir de baixo a água para tombar. O gelo azul raro é formado a partir da compressão de neve puro, o qual, em seguida, desenvolve-se em gelo glacial .

Um dos icebergs azuis mais conhecidos descansa nas águas ao largo Sermilik fiorde perto da Groenlândia. É descrito como um iceberg azul elétrico e é conhecido popularmente como "diamante azul". 

Desde 1912, os relatórios feitos por testemunhas do RMS Titanic tragédia afirmaram que o navio atingiu um iceberg azul. Na sequência do naufrágio e posterior descoberta do Titanic , pesquisa científica e análise forense reconstruíram a tragédia para determinar a confiabilidade das declarações feitas pelos sobreviventes. Relatórios divulgados na última década do século 20 têm mostrado que um iceberg azul no Atlântico Norte teria sido facilmente detectado. Teorias alternativas sugerem que o gelo de bloco , em vez de um iceberg azul, foi responsável pelo afundamento do navio.


Iceberg-Azul-descoberto-no-Alaska-em-2010
Iceberg Azul descoberto no Alaska em 2010

Origem da Imagem: commons wikimedia org


O maior cajueiro do Mundo

É uma árvore gigante localizada na praia de Pirangi do Norte no município de Parnamirim, a doze quilômetros ao sul de Natal no Rio Grande do Norte-Brasil.
O crescimento da árvore é explicado pela conjunção de duas anomalias genéticas. Primeiro, em vez de crescer para cima, os galhos da árvore crescem para os lados; com o tempo, por causa do próprio peso, os galhos tendem a se curvar para baixo, até alcançar o solo. Observa-se, então, a segunda anomalia: ao tocar o solo, os galhos começam a criar raízes, e daí passam a crescer novamente, como se fossem troncos de uma outra árvore. A repetição desse processo causa a impressão de que existem vários cajueiros, mas na realidade trata-se de dois cajueiros. O maior, que sofre da mencionada anomalia, cobre aproximadamente 95% da área do parque; existe também um outro cajueiro, plantado alguns poucos anos antes, que não sofre da anomalia., 
Atualmente o título de maior cajueiro do mundo está ameaçado pois recentemente surgiu a concorrência de um cajueiro localizado no município de Cajueiro da Praia, no estado do Piauí. Um estudo divulgado pela secretaria estadual de Turismo do Piauí em fevereiro de 2016 afirma que o cajueiro piauiense tem 8 800 m², enquanto o do Rio Grande do Norte tem 8 500 m², o piauiense sendo portanto 300 m² maior que o potiguar, tornando-se possivelmente o "maior cajueiro do mundo".
Galhos-troncos-do-maior-cajueiro-do-Mundo
Galhos e troncos do maior cajueiro do Mundo
 Origem da Imagem: commons wikimedia org
Vista-panoramica-do maior-cajueiro-do-mundo
Vista panorâmica do maior cajueiro do mundo


Origem da Imagem:  commons wikimedia org

Furação Irma

É o furação mais forte já registrado na bacia do Oceano Atlântico até o momento, fora do Caribe e do Golfo do México, rma é um típico furacão do tipo Cabo Verde, tendo-se desenvolvido a 30 de Agosto próximo das ilhas de Cabo Verde, a partir de uma onda tropical que partira da costa ocidental africana dois dias antes. É o nono ciclone tropical nomeado, o quarto furacão, e o segundo grande furacão da temporada de furacões no Atlântico de 2017. Devido às condições favoráveis, Irma rapidamente aumentou de intensidade, tornando-se um furacão de categoria 2 na escala de Saffir-Simpsonem apenas 24 horas. Pouco depois tornou-se um furacão de categoria 3, sendo considerado assim um grande furacão. A intensidade flutuou durante os dias seguintes, devido a uma série de ciclos de reposição da parede do olho.
Adicionalmente, Irma conseguiu uma das mais longas durações de ventos de categoria 5 jamais registadas. A baixa pressão barométrica faz também com que seja considerado o maior ciclone tropical de 2017 até à data. Após diminuir para a categoria 3 ao passar por Cuba, voltou a subir novamente para categoria 4 à medida que atravessava águas mais quentes entre Cuba e as Florida Keys.

Hurricane Irma categoria 5

Origem do vídeo: NASA ORG


Furacão Irma muita destruição

Origem da pesquisa: Wikipédia



Postagens mais visitadas deste blog

TERREMOTO DO HAITI EM 2010 E SUAS CONSEQUÊNCIAS

COMO SÃO OS FENÔMENOS NATURAIS EM NOSSO PLANETA

FENÔMENOS NATURAIS EROSÕES

FENÔMENO NATURAL, AURORA BOREAL