ESPETÁCULOS INCRÍVEIS DA NATUREZA

Vulcão de Lama



O termo vulcão de lama é usado para se referir às estruturas vulcânicas criadas pela ejeção de gases, líquidos e lama, geralmente em áreas mais frias; portanto, não são magmáticos. Os vulcões de lama possuem tamanhos que vão de alguns centímetros de altura até 700 metros e diâmetros de até 10 km. O maior vulcão de lama do mundo é o Lusi, localizado na Indonésia.Cerca de 86% dos gases emitidos é metano, e em menor quantidade o gás carbônico, nitrogênio e hélio. Outros fluidos são água salgada, por vezes bromo-iódica, lama e hidrocarbonetos (petróleo).Os vulcões de lama podem estar ligados, em grandes profundidades, com sistemas hidrotermais nos quais a água ocorre em estado supercrítico. Nessa condição as moléculas de água perdem o caráter polar e podem carrear sais. Hidrocarbonetos gasosos como metano, hélio e também hidrocarbonetos líquidos como petróleo podem migrar para as regiões com vulcões de lama.

Buzau-Vulcao-Lama
Buzau Vulcão de Lama




Fenômeno Halo Solar


Os halos se formam a 5-10 quilômetros (3-6 milhas) na troposfera superior. A forma e a orientação particulares dos cristais são responsáveis para o tipo de halo observado. A luz é refletida e refratada pelos cristais de gelo e pode dividir-se em cores por causa da dispersão, semelhante ao arco-íris.
É um fenômeno natural que ocorre quando existem cristais de gelo na atmosfera e a luz do sol os atravessa, e é relativamente comum, até é possível vê-lo ao redor da Lua às vezes.


Halo-Solar-Reino-Unido
Halo Solar, Reino Unido

Horseshoe Bend Arizona



Horseshoe Bend é o nome de uma imensa curva em forma de ferradura executada pelo curso do rio Colorado a poucos quilômetros da cidade de Page no Arizona e relativamente próxima ao Grand Canyon. Pode ser acessada por meio de uma trilha, envolvendo caminhada de cerca de um quilômetro pelo deserto, partindo da rodovia U.S.89. Tal trilha finaliza sobre o íngreme canyon que se formou às margens do rio, cujas paredes apresentam desnivel de cerca de 400 metros em relação ao nível por onde passa o rio Colorado.

Horseshoe-Bend-Arizona
Horseshoe Bend Arizona



Duplo Arco Iris



Algumas vezes, um segundo arco-íris mais fraco é visto fora do arco-íris principal, ele é devido a uma dupla reflexão da luz do sol nas gotas de chuva, e aparece em um ângulo de 50°–53°. Devido à reflexão extra, as cores do arco são invertidas quando comparadas com o arco-íris principal, com o azul no lado externo e o vermelho no interno. A região entre o arco-íris primário e secundário é denominada banda de Alexandre. Observa-se que essa faixa é mais escura que o resto do céu, por não ter qualquer reflexão de luz. Existem também os arco-íris geminados ou gêmeos e os supranumerários, que são fenômenos muito raros. O arco-íris geminado aparece como dois arco-íris que se separaram de uma única base. As cores no segundo arco, ao invés de reverterem como em um arco-íris duplo, aparecem na mesma ordem do arco-íris primário. Às vezes é mesmo observado em combinação com um duplo arco-íris. Isso ocorre devido á combinação de diferentes tamanhos de gotas de água que caem do céu. As gotas de chuva achatam com a resistência do ar à medida que caem , o que é mais proeminente nas grandes gotas de água. Quando duas pancadas de chuva com pingos de diferentes tamanhos combinam-se, cada uma delas produzem arco-íris ligeiramente diferentes, que podem combinar-se e formar um arco-íris geminado. Pode ser vista também, uma série alternada de bandas fracas, róseas e verdes localizados logo abaixo do arco-íris primário, como se fossem vários outros arco-íris muito finos e apagados no interior do arco primário.

Duplo-Arco-Iris-Alemanha
Duplo Arco Iris, Alemanha

Pedras Moeraki


Moeraki é uma pequena vila de pescadores na costa leste da Ilha do Sul da Nova Zelândia . 
Essas pedras estão na Vila de Moeraki,  são pedras em formato arredondado, que parecem mais feitas para gigantes, o nome destas pedras é o mesmo nome desta vila de pescadores.

Pedras-Moeraki-Nova-Zelandia
Pedras de Moeraki, Nova Zelândia 

Calçada dos Gigantes


Fica numa área de basalto compacto na Irlanda do Norte. A atividade vulcânica nessa área fez a rocha derretida subir através de fendas no calcário, com temperatura média de mais de 1000 °C. Quando entrou em contato com o ar,ela se resfriou e se solidificou. A rocha derretida, ou magma, é composta por muitos elementos químicos e por isso pode criar vários tipos de rocha. O tipo de rocha formado na área do contexto em questão é o basalto. O magma se encolhia à medida que se resfriava lentamente e, por causa de sua composição química, fendas hexagonais regulares se formaram na superfície. Enquanto o magma continuava a se resfriar por dentro, as fendas desciam gradualmente, formando a grande quantidade de colunas de basalto semelhantes a lápis.


Calcada-Gigantes-Irlanda-Norte
Calçada dos Gigantes, Irlanda do Norte

























Postagens mais visitadas deste blog

TERREMOTO DO HAITI EM 2010 E SUAS CONSEQUÊNCIAS

COMO SÃO OS FENÔMENOS NATURAIS EM NOSSO PLANETA

FENÔMENOS NATURAIS EROSÕES

FENÔMENO NATURAL, AURORA BOREAL