BIZARRO ONDAS GIGANTES OU VAGALHÕES

São grandes ondas que se formam em alto mar, causando as vezes afundamentos de embarcações e que invadem as terras costeiras causando prejuízos e mortes.
Um dos mistérios dos oceanos são as causas das ondas traiçoeiras, ondas maciças que podem atingir o equivalente a 10 andares de altura (cerca de 30m). Resultam de raras coincidências num comportamento normal das ondas. No oceano aberto, uma onda em cada 23 terá mais do dobro da altura média. Uma em 1175 terá uma altura 3 vezes maior e uma em 300,000, quatro vezes maior. As hipóteses de ondas realmente monstruosas são raras (uma em bilhões) mas acontecem.
Segue vídeo abaixo dando exemplos de ondas que navios de alto porte sofrem e que  parecem brinquedos em alto mar, nossa natureza é fenomenal.
Vídeo de navio enfrentando ondas gigantes

Bizarro Ondas Gigantes

Em 1 de janeiro de 1995, o fenômeno pôde finalmente ser observado, medido e comprovado, no que ficou conhecido desde então como a onda Draupner, do nome da plataforma petrolífera onde o evento foi medido.
A onda Draupner é o nome do primeiro vagalhão a ser detectado por um instrumento de medida. A onda ocorreu na plataforma petrolífera Draupner, no Mar do Norte, ao largo da costa da Noruega, em 1 de janeiro de 1995. Antes dessa medição, tais ondas gigantes eram consideradas frutos da imaginação dos marinheiros que alegavam tê-las visto em alto-mar.
A plataforma sofreu pouco prejuízo durante esse evento, confirmando a validade da leitura efetuada por um sensor laser. Em uma área com uma altura de onda significativa de aproximadamente 12 m, uma onda gigante com uma elevação de 18,5 m (máxima elevação de 30 m) ocorreu.
Durante tempestades, em águas mais profundas, a força do vento vai formando ondas pequenas que aos poucos vão crescendo. O tamanho das ondas depende da força do vento, do tempo que o vento sopra numa só direção e da área de mar aberto em que o vento sopra sobre a água. Mas, segundo os marinheiros, a altura das ondas não deverá ser nunca muito maior do que cerca de 1/10 da velocidade do vento em km/h. Ou seja, um furacão com ventos de 120 km/h pode produzir ondas de cerca de 12 metros de altura. Ondas de 13,5 metros de altura são bastante comuns em tempestades mas já foram observadas ondas de 33 metros.
Vídeo navio enfrentando ondas enormes

Podem viajar centenas de quilômetros e mesmo atravessar todo um oceano. Uma onda com um período de T segundos viaja a uma velocidade que, em km/h, é cerca de 5,6 * T e com um comprimento de onda, em metros, que é cerca de 1,53* T². (Uma onda de superfície com 10 segundos de período viajará a 56 km/h e terá um comprimento de 153 metros). As várias tempestades que ocorrem num oceano vão produzir ondas de diferentes alturas e períodos que interferem umas com as outras, como as ondas que se formam quando atiramos várias pedras para a superfície de um lago, até acabarem por se aproximar de uma costa.
Onda-Gigante
ONDA GIGANTE

Uma maré de tempestade, maré ciclônica ou erroneamente onda de tempestade consiste na elevação da água próxima à costa, associada com um sistema de condições climáticas de baixa pressão, geralmente um ciclone tropical. A maré ciclônica é causada principalmente pelos fortes ventos que empurram a superfície do Oceano. O vento faz com que a água se empilhe mais elevadamente do que no nível do mar normal. A baixa pressão no centro de um sistema meteorológico também tem um pequeno efeito secundário, como mostra a batimetria da massa de água. É esse efeito combinado de baixa pressão e vento persistente por sobre a massa de águas rasas que é a causa mais comum dos problemas de inundações da maré ciclônica.
Ondas-Enormes
Ondas Enormes





Postagens mais visitadas deste blog

TERREMOTO DO HAITI EM 2010 E SUAS CONSEQUÊNCIAS

COMO SÃO OS FENÔMENOS NATURAIS EM NOSSO PLANETA

FENÔMENOS NATURAIS EROSÕES

FENÔMENO NATURAL, AURORA BOREAL